Ações de combate ao coronavírus iniciaram em janeiro na cidade

Ainda em janeiro a Prefeitura de Bento Gonçalves iniciou as ações de monitoramento ao Coronavírus na cidade. Na época, a doença impactava apenas em outros países, e aqui na Serra já surgiam às primeiras iniciativas no combate ao vírus.

Foi criado o Comitê de Atenção ao Coronavírus que reúne Prefeitura, Hospital Tacchini, Associação Medica de Bento Gonçalves e Unimed. As ações foram sendo intensificadas e seguiram eixos de planejamento, que envolveram a comunicação da população evitando fake news e tratando com transparência todos os fatos; prevenção com as orientações para população com distribuição de material, inclusive com tradução para o crioulo para os imigrantes.

Após reuniões com setores da economia e entidades, no dia 20 de março a Prefeitura publicou o 4º decreto com novas regras do distanciamento social controlado, que suspendeu atividades na indústria, comércio e outros estabelecimentos. Hoje o Município está no 27º decreto para regramento de ações e seguindo o modelo de bandeiras do Distanciamento controlado do Governo Estadual.

O isolamento social foi um fator fundamental para o achatamento da curva epidemiológica e estruturação do sistema de saúde, foram construídos 40 leitos de isolamento com auxilio da comunidade empresarial, CIC-BG, Ascon Vinhedos e voluntários, e 08 leitos de estabilização, as Mini UTIs, no Complexo Hospitalar, junto à UPA. Além disso, os leitos de UTI no Hospital Tacchini foram ampliados de 20 para 50 leitos (hoje são 45, após a retirada de 05 leitos particulares, que retornam caso necessário) sendo 23 SUS.

Também foram alugados 10 respiradores para o Complexo Hospitalar, que se somaram aos 10 já existentes. O aluguel foi renovado até novembro, pois a estrutura precisa estar a disposição caso seja necessário. “Estamos analisando a estabilização de internações, e de casos. Mas, ainda não podemos desmobilizar a estrutura, precisamos que os respiradores estejam a disposição caso seja necessário, isso pode salvar vidas”, destaca o Coordenador médico da Secretaria da Saúde, Marco Antônio Ebert. No total são 75 respiradores.

O Prefeito Guilherme Pasin destacou que “não é momento, muito embora tenhamos traços de avanço significativos de afrouxarmos os cuidados. Precisamos continuar mobilizados para que não tenhamos mais contaminações e os números de internações sigam em queda. Estamos conseguindo cuidados importantes, retornando nossas atividades com cautela e zelo nos processos, com sanitização de ambientes, das mãos e usando máscara. A sensação que estamos vivendo não pode ser confundida com sentimento de vitória. Não podemos voltar a ter aglomerações de forma alguma. Temos que continuar mobilizados com todos cuidados na rotina diária, com prevenção”, disse.

 

Ações e prevenção com a comunidade

Além disso, são realizadas blitzes orientativas e barreiras sanitárias com aferição de temperatura, distribuição de máscaras e sabão caseiro fabricado na Comunidade Rural Terapêutica (já foram mais de 19 mil fabricados), e ações de sanitização em locais de grande movimento de público.

Na Via Del Vino em parceria com empresas privadas são disponibilizados equipamentos de álcool gel e verificação de temperatura.

 

Política de macro testagem

Uma das ações do Município foi a testagem ampliada dos pacientes. A medida é inspirada em países que adotaram a testagem e conseguiram ter resultados mais precisos para o controle da covid-19, a exemplo da Coreia do Sul. Atualmente, são testados pacientes que procuram o ambulatório fast track com sintomas gripais e são monitorados pela Central de Atendimento ao Coronavírus.

De acordo com dados do E-SUS já foram realizados 4608 PCRs e 7782 testes rapidos, totalizando 12.390 testes.

 

Tratamento precoce 

2037 kits do tratamento precoce para Covid-19 já foram receitados no Município. A ação é realizada mediante disponibilização de medicamentos indicados de acordo com avaliação médica.

Os medicamentos são administrados no ambulatório fast track, localizado no Complexo Hospitalar de Saúde, no Bairro Botafogo, e no PA Zona Norte. O objetivo é atenuar, em estágios iniciais, as infecções causadas pelo novo coronavírus, mediante autorização do paciente, em casos considerados leves e moderados.

São disponibilizados os kits com ivermectina, zinco, vitaminas C e D, e azitromicina. Além da hidroxicloroquina, disponibilizada somente em casos receitados pelo médico, e com exames específicos para administração do medicamento.

 

 

Foto: José Martim Estefanon

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *