Câmara aprova novo edital de Cultura

Também foi aprovado benefício a profissionais que atuam no enfrentamento ao Coronavírus

 

A sessão desta segunda-feira (29), marcou a aprovação do  PLO 65/2020, que permite ao Conselho Municipal de Política Cultural – CMPC elaborar, publicar e lançar um segundo edital neste ano. Porém em ano eleitoral, segundo a lei vigente, seria permitido somente um edital. O projeto altera essa legislação. A alteração foi aprovada por unanimidade dos vereadores presentes.

Também foi aprovado o PLO 69/2020, de autoria do Poder Executivo.  O projeto de lei tem por objetivo autorizar a concessão de adicional de insalubridade em grau máximo (40%) sobre o vencimento básico do menor padrão do quadro de provimento efetivo, aos servidores que desempenham suas atividades no setor de isolamento da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), havendo impacto orçamentário e financeiro favorável, conforme documento em anexo. O pagamento do adicional de insalubridade, nos termos previsto nesta lei, caberá somente quando efetivamente desenvolvidas as atividades laborais pelo servidor junto a pacientes em isolamento na UPA, e enquanto perdurar o estado de calamidade pública decorrente da Covid-19 (Coronavírus), conforme declarado por ato do Governo do Estado do Rio Grande do Sul.

Os vereadores ainda votaram e aprovaram o  PLO 70/2020, também de origem Executiva, que cede um servidor para a Associação Rio Grandense de Proteção aos Animais.

Ainda foi aprovado o PLO 63/2020, também do Executivo, que cria o Banco Municipal de Materiais Ortopédicos. O projeto é oriundo de uma indicação do Poder Legislativo e tem por objetivo atender a população menos favorecida financeiramente, proporcionando-lhe o uso dos materiais regulamentados por essa lei.

Todos os projetos seguem para sanção do prefeito Guilherme Pasin.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *