Escolas infantis organizam kits de ensino remoto

Desde o dia 18 de maio, Bento Gonçalves está vivenciando o Ensino Remoto. Os 44 educandários da Rede Municipal de Ensino se adaptaram a essa nova realidade que auxilia a mitigar os efeitos da pandemia da COVID-19. E tudo que tinha sido previsto para ser feito em sala de aula precisou ser mudado para uma nova dinâmica. Assim sendo, as escolas municipais infantis, que atendem em torno de 2.500 alunos, precisaram realizar uma força-tarefa que atendesse a continuação do cronograma do ano letivo.

E as metas estão seguindo conforme o planejamento pedagógico de cada escola que organiza as atividades e conteúdos que serão trabalhados pelos alunos conforme o calendário escolar elaborado pela Secretaria de Educação. De acordo com a secretária de Educação, Iraci Luchese Vasques “mais do que nunca é necessário escolas e famílias caminharem juntas. E estamos tendo retornos positivos de como mães, pais ou responsáveis realizam juntos as tarefas e se divertem, se comprometendo com o processo de aprendizagem dos alunos. Claro que eles não são professores e, com esta consciência os educandários programam um bom roteiro de tarefas detalhadas para dar continuidade em casa à educação dos pequenos”.

A diretora da EMI Paulo Freire, Ediana Cimandon, e sua equipe de professoras organizaram kits para que os pais retirem semanalmente: “A nossa proposta pedagógica é baseada nas vivências e no brincar. Quando nos foi proposto planejar atividades para a Educação Remota, estudamos estratégias e planejamos atividades para que as crianças pudessem continuar a descobrir o mundo, porém em casa com suas famílias. Além de materiais escolares, como folhas e tinta, colocamos tampas de PET, CDs velhos, revistas, que são recursos simples e que irão auxiliar no processo de ensino-aprendizagem!”, ressalta.

 

Fotos: Divulgação/EMI Paulo Freire

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *