Aprovada concessão de espaço para construção de Usina de Reciclagem de resíduos da construção civil

Estrutura deverá ser erguida numa área de 20.015,25m², localizada no bairro Salgado

Durante a sessão ordinária desta segunda-feira, dia 2, os vereadores de Bento Gonçalves aprovaram o PLO 9/2020, que autoriza a concessão de espaço público do município para a construção de uma Usina de Reciclagem de entulhos da construção civil. A área em questão está localizada atrás do Sest/Senat, no bairro Salgado, compreendendo 20.015,25m². Agora, após a sanção do prefeito Guilherme Pasin, o próximo passo é a realização de processo licitatório para a escolha da empresa que executará e administrará a usina.

De acordo com a proposta de construção da usina, proveniente do Executivo, o depósito irregular desses entulhos acaba gerando impactos ambientais e “um custo significativo aos cofres públicos”. Desta forma, o objetivo da prefeitura é oportunizar o destino correto de entulhos provenientes de obras no município, podendo “até serem utilizados na produção de matérias a serem utilizadas em obras públicas”.

Atualmente, de acordo com a legislação, as empresas são responsáveis pela destinação dos resíduos. “Um local na cidade para destinação seria um benefício para essas empresas”, declara a assessoria da prefeitura. De acordo com o setor, os próprios entulhos recolhidos pela Secretaria de Meio Ambiente, como madeiras e restos de materiais, também seriam encaminhados à usina.

Os vereadores também aprovaram por unanimidade o PLO 12/2020, que abre um crédito especial de R$ 100 mil para execução do projeto cultural “Repensar para Crescer”. Os recursos servirão para melhoria da infra-estrutura cultural já oferecida pela Fundação Casa das Artes, visando à realização de obras para construção dos camarins e do depósito do Anfiteatro Ivo Antônio Da Rold, bem como a construção de uma sala multiuso.

E por fim, foi aprovado o PLO 14/2020 que abre um crédito especial de R$ 50 mil para a execução do projeto “Laços Patrimoniais: Construindo um inventário colaborativo para Bento Gonçalves”.

Foto: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *