Câmara garante não haver irregularidades em repasse de verba à empresa ligada ao secretário adjunto

Vereador Moacir Camerini alegou que a empresa FML Esportes teria recebido mais de R$ 13 mil da Câmara

Na sessão ordinária da Câmara de Vereadores desta segunda-feira, dia 16, o vereador Moacir Camerini denunciou o repasse de verbas para um veículo de comunicação que estaria ligado ao secretário adjunto de Esportes, Fabiano Martins de Lima. De acordo com o vereador, após seis meses cobrando notas fiscais sobre os gastos com a imprensa, ele obteve acesso aos documentos por meio do Ministério Público. “Como se não bastasse o salário de adjunto, ele (de Lima) recebe verba pública”, alegou.

Conforme Camerini, a empresa chamada “FML Esportes” teria recebido da Câmara de Vereadores mais de R$ 13 mil entre os meses de fevereiro e julho deste ano. O site de esportes seria gerenciado e administrado pelo secretário adjunto, mas as notas fiscais estariam assinadas com o nome da companheira, Sara Bertuzzi de Oliveira. “É má utilização da verba pública!”, afirmou.

A Câmara de Vereadores se posicionou sobre o assunto, dizendo que está “dentro da previsão orçamentária para gastos com publicidade” e ainda afirmou que não há “repasse de valores para pessoa física”. “É de responsabilidade de cada órgão de imprensa a relação de trabalho com os profissionais que contratam. Não há ilegalidade em destinar recursos via agência de publicidade aos veículos de comunicação, para ações publicitárias e institucionais da Câmara Municipal, a fim de se comunicar com a população”, disse em nota.

O secretário adjunto afirma que não pode responder pela FML Esportes, já que a empresa não estaria em seu nome, mas sim no nome de sua companheira. Ainda afirmou que seu trabalho como adjunto segue em tempo integral e que auxilia a FML após seu expediente. “O que eu escutei falar é que está tudo dentro dos termos jurídicos”, alega.

Quando questionado se o repasse da Câmara teria envolvimento com o fato de ele estar ligado à prefeitura, Fabiano garantiu que “uma coisa não tem nada a ver com a outra”.

Durante sua fala na sessão de segunda-feira, o vereador Camerini ainda destacou o nome do secretário de Esportes e Assistência Social, Eduardo Virissimo, que teria aparecido como um dos colunistas do site. Mas o vereador afirma não ter nenhum envolvimento. “Eu conheci o Fabiano quando ele trabalhava numa emissora de tv e fazia entrevistas quando eu era atleta. E, desde aquela época, me chamou a atenção a importância que ele dava ao esporte. Em 2012 ele me convidou para ser colunista (na FML Esportes), mas nunca escrevi nada”, garante Virissimo.

Foto: Reprodução/Youtube

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *