Novos Conselheiros Tutelares tomam posse para quadriênio 2020/2024

Solenidade foi realizada na tarde desta sexta-feira, dia 10, no Salão Nobre da Prefeitura de Bento Gonçalves

Os cinco novos Conselheiros Tutelares que atuarão em Bento Gonçalves no quadriênio 2020/2024 foram empossados nesta sexta-feira, dia 10, em solenidade realizada no Salão Nobre da Prefeitura. Os profissionais Thaís de Matos Magagnin, Ari José Pelicioli, Paulo Ricardo de Souza, Simone Lunelli e Gabriela Ferreira foram escolhidos pela comunidade. No total, 5.040 eleitores participaram das eleições realizadas no dia 6 de outubro.

Os Conselheiros atuam no cumprimento dos direitos da criança e do adolescente, contidos no Estatuto Federal. Segundo o presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Comdica), Nadir Antônio Zeni, as atribuições de um Conselheiro Tutelar envolvem o zelo, a promoção, a orientação, o encaminhamento e a realização de atitudes efetivas para proteger menores “em estado de vulnerabilidade pessoal e social. No que tange questões de abandono, negligência, exploração, violência, crueldade e discriminação”, afirmou durante a cerimônia.

Além dos cinco titulares, também foram empossados o Conselheiros Suplentes: Leonides Lavinicki; Silvana Lima; Alexandra Ricardo; Clóvis Chaves Prates e Noeli Teresinha Kinalski.

Para o único Conselheiro reeleito, Paulo Ricardo de Souza, um dos principais desafios desse novo colegiado é a busca pela aproximação com a comunidade. “Nesses últimos quatros anos estávamos abertos a mostrar quais eram as reais atribuições do Conselho. Hoje, vejo que demos um grande passo. Agora é hora de o Conselho se aproximar da comunidade, das escolas, das polícias civil e militar, das entidades assistenciais e das igrejas, para que a comunidade possa entender que estamos ali para ajudar as crianças, para defender seus direitos. O Conselho não é inimigo da comunidade e sim um colaborador, um parceiro”, declara.

Para a candidata que alcançou o maior número de votos (606), Thaís de Matos Magagnin, o colegiado está engajado na busca de suprir todos os novos desafios na luta pela proteção da criança e do adolescente. “A gente está estudando, se capacitando, para podermos atender a todos da melhor forma possível”, afirma.

A Conselheira Simone Lunelli também acredita que um dos principais objetivos para esse quadriênio é mostrar à sociedade o real trabalho do Conselho Tutelar. “Faremos um trabalho de quatro anos unidos, com uma equipe sólida. Estamos trabalhando desde o dia que fomos eleitos e já estamos com novos projetos”, revela.