Família de menina com doença degenerativa precisa de R$ 8 milhões para tratamento

A pequena Lívia Teles, de apenas um ano, foi diagnosticada com atrofia muscular espinhal e precisa ser tratada com medicamento de R$ 9 milhões antes de completar dois anos

Aos quatro meses, a pequena Lívia Teles, moradora de Teutônia, foi diagnosticada com atrofia muscular espinhal (AME) Tipo I. A doença provoca o enfraquecimento progressivo dos músculos e a perda dos neurônios motores inferiores da medula espinhal. Hoje com 1 ano, a pequena está sendo tratada com um medicamento chamado Nusinersena, o que tem a auxiliado na movimentação dos braços, mãos e pernas. Entretanto, a cura da doença apenas será possível por meio de outro remédio, o Zolgensma, recentemente autorizado pela Food and Drug Administration (FDA), dos Estados Unidos.

Em ensaios clínicos, foi comprovado que esse novo medicamento possibilita a cura da AME em crianças de até dois anos.

Devido aos altos custos do medicamento e a necessidade de sua aplicação antes dos dois anos, a família de Livia criou uma rede de ajuda nas redes sociais, buscando auxílio em diversos municípios gaúchos. No total,  são necessários R$ 9 milhões para seu tratamento. Até o momento, a família arrecadou cerca de R$ 1,2 milhão e luta para conquistar o valor restante.

A menina sofre com altos e baixos por conta da doença e, no momento, encontra-se internada na UTI, em observação médica. Além de valores em dinheiro,  a família pede, diariamente, orações para que a criança se recupere.

As doações para Livia podem ser feitas por meio da “vakinha” online, ou por depósito bancário (contas abaixo). A rotina da pequena pode ser acompanhada por meio do Instagram @liviatls. Mais informações pelos fones/WhatsApp (51) 98400-3291 ou 98400-3295.

Banco do Brasil

Conta Poupança

AG: 3188-7

C: 77.777-3

CPF: 060.397.140-77

Livia Teles

Sicredi

Conta corrente/poupança

AG: 0119

CC: 34666-0

CPF: 060.397.140-77

Livia Teles

Fotos: Divulgação